“Na segunda eu começo”. Os perigos da procrastinação para o emagrecimento.

Estudos revelam que em 86% das vezes que deixamos uma mudança de hábito para amanhã, na verdade não fazemos nada. Esse comportamento se reforça em mecanismos de recompensa bem conhecidos no cérebro. Em resumo, a repetição de um mesmo padrão nos dá segurança e uma sensação de conforto.

Na prática, você pensa: “Amanhã vou acordar cedo e ir para a academia começar meu programa de emagrecimento”. Mas, no dia seguinte, a preguiça e a chance de dormir um pouquinho a mais entregam um resultado agradável e conhecido.

Existem algumas atitudes ajudam a fazer um novo padrão “pegar no tranco”, por assim dizer. No exemplo acima, podemos combinar de ir para a academia com amigos ou até contratar um personal trainer. Esse compromisso assumido gerará a energia de ativação necessária para romper o ciclo anterior de preguiça.

Ainda existem alguns truques práticos e rápidos, que podem ser moldados caso a caso. No exemplo de ir à academia pela manhã, uma boa ideia é deixar seu celular (ou despertador) longe da cama. Isso porque, quando ele tocar na hora de acordar, você terá de se levantar para desligá-lo, o que minimiza o risco de cancelar a aula ou o encontro com os amigos.

Voucher 1 semana free

Na alimentação, podemos usar a mesma lógica. Imagine que você queira acabar com a mania de comer um doce todo dia após o jantar. Algumas dicas fáceis podem ser usadas: guarde o doce em algum lugar de difícil acesso. Se isso não for suficiente, coloque o doce em um pote fechado em cima do mesmo armário.

Assim, quando surgir à vontade inicial de comer a guloseima, você terá tempo de refletir se não dá mesmo para aguentar a vontade em nome de um objetivo de médio e longo prazo, como emagrecer. Além do que, às vezes, o desejo surge porque o chocolate está ali na nossa cara escondê-lo pode minimizar esse desejo.

As mudanças de hábitos como iniciar a prática de exercícios físicos ou uma reeducação alimentar são sempre difíceis e desafiadoras. Elas requerem mais do que apenas força de vontade. Precisamos de estratégias práticas que nos ajudem a sair das decisões automatizadas.

Orientação profissional também é muito importante para facilitar esse processo, com a orientação correta você poderá ter soluções e estratégias muito mais assertivas para o seu objetivo.

Curtiu o conteúdo? Compartilha com um amigo.

Equipe AMS Xperience
#AMSxperience #PorMaisPessoasAtivas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu